A inclusão plena é o caminho

Todos os dados recentes da literatura e investigação indicam-nos que, após a década de 70, as crianças e jovens com Perturbação do Desenvolvimento Intelectual, nomeadamente Trissomia 21, apresentam melhores desempenhos ao nível da matemática, leitura e escrita.

Não se trata de um mero acaso, mas sim de uma consequência da escola inclusiva, que passou a proporcionar oportunidades de aprendizagem e interação que anteriormente lhes eram vedadas.

O certo é que as crianças e jovens com Perturbação do Desenvolvimento Intelectual – estando num ambiente estimulante, motivador e estruturado, com mediadores que consigam compreender as suas potencialidades, respeitando a sua via preferencial de aprendizagem e utilizando as metodologias mais adequadas – respondem positivamente, demonstrando ganhos cada vez mais consistentes e efetivos.

A inclusão plena é o caminho.

Bibliografia:

Bénard da Costa (2006) – Currículo Funcional no Contexto da Educação Inclusiva

Jimenez (2011) – Teaching grade aligned math and science to students with significant intelectual disabilities

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: